quinta-feira, 1 de setembro de 2011

"O drama do ser termina na libertação final pelo bem"

"Se pois a perfeita virtude, a renúncia todo o egoísmo, define completamente a liberdade, e se a liberdade é a inspiração secreta das coisas e o fim último do universo, concluamos que a santidade é o termo de toda a evolução e que o universo não existe nem se move senão para chegar a este supremo resultado. O drama do ser termina na libertação final pelo bem"

- Antero de Quental, "Tendências gerais da filosofia na segunda metade do século XIX".

1 comentário:

Ferro Velho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.