domingo, 28 de agosto de 2011

No mar revolto
sobrevive o peixe,
se esperar quieto
que a ira passe

1 comentário:

Dico da Fonseca disse...

Deliciosamente escrito.
Haikai de 4 linhas...