segunda-feira, 28 de março de 2011

Apelo aos Lisboetas

De amores se perde
A cidade ao cair da noite.
Flores são necessárias para
Enfeitar quem do amor está perdido.

Tragam tudo o que der e couber
Na cidade em tom romântico,
Escrevam cartas a anunciar
A paixão urbana que vos preenche.

A verdade está na realeza dos vossos gestos.
A noite mantém–se mais limpa
E a cidade agradece.

OBRIGADO!


Diogo Correia

4 comentários:

Paulo Borges disse...

Gostei!

estudo geral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
estudo geral disse...

O Diogo Correia gosta muito da ENTRE e, de vez em quando, pede-me para publicar alguns dos seus poemas. Fiz-lhe a vontade e também gostei que tivesses gostado.

Abraço,
luis santos

P.S.: Quando publico alguma coisa sai, sem propósito, em nome de Estudo Geral. Penso que tem a ver com a forma como, inadvertidamente, me inscrevi no Blogger. Ainda tentarei remediar o problema.

Equax disse...

Obrigado Luis! É um prazer escrever para a Entre.

Grande abraço Paulo