quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Trailer Shirin de Abbas Kiarostami

Cento e catorze actrizes iranianas e uma estrela francesa: espectadoras mudas da representação teatral Khosrow e Shirin, um poema persa do século XII, encenado por Kiarostami. O desenvolvimento do texto -- que sempre apaixonou os espectadores na Pérsia e no Médio Oriente -- permanece invisível para o espectador do filme. Toda a história é contada pelos rostos intensos e belos das mulheres que assistem ao espectáculo. Um mapa de ricas e pungentes emoções. É um trabalho "fora de campo" levado ao limite.

2 comentários:

MeTheOros disse...

Talvez "o olhar do olhar" não seja exactamente a mesma coisa de "o olhar o olhar"...

Talvez haja um cinema para o qual somos nós (que o vemos) o cinema.

(Grato por isto! Beijo, I.)

Maria Sarmento disse...

Muito belo, muito grata pela Beleza.

Esse "cinema" é de espanto e maravilha.
Amo.

Muitos beijinhos