terça-feira, 19 de março de 2013

"(...) calados os ruídos do ego, ouve-se a voz dos sem-voz"

"No saber escutar despertam-se aspectos subversivos, porque, calados os ruídos do ego, ouve-se a voz dos sem-voz, o que torna lúcidos e compassivos os seres silenciosos"

- Javier Melloni, Hacia un Tiempo de Síntesis, Barcelona, Fragmenta Editorial, 2011, p.195. 

1 comentário:

F.W. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.